A Missa Tridentina ou Missa de São Pio V é a liturgia da Missa do Rito Romano contida nas edições típicas do Missal Romano, que foram publicados de 1570-1962. Todas estas edições tinham a indicação “ex decreto sacrosancti Concilii Tridentini restitutum”. As edições publicadas depois de 1969, que contém a Missa do Vaticano II, indicam que o Missal “ex decreto sacrosancti Oecumenici Concilii Vaticani II instauratum”.

Chama-se tridentina (gentílico de Trento, na Itália) porque é baseada numa revisão do Missal Romano pedida pelo Concílio de Trento aos papas, e aplicada pelo Papa São Pio V em 1570.

Em 2007 o Papa Bento XVI regulamentou a possibilidade do uso da liturgia tridentina no motu proprio Summorum Pontificum; nas missas privadas celebradas sem o povo, os padres da Igreja latina podem usar livremente a liturgia tridentina na forma que tinha em 1962. Também pode ser usada publicamente em paróquias, se houver um grupo estável de fiéis (coetus fidelium) que a assista.

Autor

O intuito desse site é trazer para você um conteúdo bem dinâmico. Um conteúdo católico que visa mostrar que é possivel ser católico um jovem e aproveitar a vida de maneira saudável.

Escreva um comentário